Goin` Wood

17 de agosto de 2010



Nesta semana finalmente chegou as minhas mãos a tão esperada Siebert Fish 5`6 biquilha, minha primeira prancha de madeira.

Sou suspeito para falar da qualidade do trabalho do shaper e amigo Felipe Siebert. O primeiro contato que tive com suas criações representou o gatilho que faltava para me dedicar de vez a escrever sobre surf, pois encontrei neste tipo de trabalho artesanal, a materialização da essência do que o surf representa para mim - algo muito distante da postura comercial rasa e sem consistência de 99% das marcas que vendem o chamado "lifestyle"do surf.



No resgate moderno de uma arte quase esquecida, as pranchas de madeira hollow-wood (ocas) exigem do surfista uma abordagem bem diferente nas ondas. São mais pesadas, mas compensam isso com muita velocidade. No meu caso, escolhi o modelo Fish em detrimento dos longboards clássicos que sào o carro-chefe do trabalho da marca, por uma série de motivos, entre os quais se destaca a facilidade de transporte (pra quem mora em apartamento, então...).



Dificil é ter coragem de colocar parafina e entrar na água com uma peça cuja beleza estética dá vontade de pendurar na parede como uma obra de arte para decorar a casa. Mas obviamente não vou me furtar de dar a ela o destino da água salgada que toda prancha deve cumprir, contudo, vou reservar este primeiro enconto com o mar para uma ocasião especial de boas ondas.




Enquanto isso, fico curtindo as curvas reluzentes e lembrando do intenso trabalho de marchetaria e acabamento que demanda cada prancha produzida por Siebert e seus valiosos parceiros Márcio Justos e Rodrigo Dias - um processo que tive a oportunidade de acompanhar de perto.



Por fim, vale registrar a possibilidade de customizar cada prancha com a colocação de cortes de tecido, uma novidade introduzida recentemente por Siebert - o meu foi escolhido numa das tradicionais lojas de tecidos do centro de Floripa, mas é possível selecionar um das muitas opções de estampa que ele tem disponíveis. Também aproveitei para inserir a logo do Surf & Cult e garantir que nenhum sem-vergonha tente reproduzir uma prancha igual!



Conheça mais as pranchas de surf e skates de Siebert clicando aqui e aqui.

10 comentários:

Tomas Oberst Kadgien disse...

Ahh linda demais!!!! alto foguete

The Old Guys disse...

Mas ah! Sei bem qual é essa sensação de ter em mãos uma obra do Sr Felipe Siebert! milrisos! Design com alma & surf no coração!

Anônimo disse...

Rapaz, sei bem o que é isso.

Hugo

Marilia disse...

Falou muito bem, difícil é ter coragem de passar parafina e colocar essa belezura na água!
Parabéns definitivamente uma maravilhosa aquisição!
BOAS ONDAS!

ALOHA

Tiago Cardoso disse...

E quando vai pra água ? Vai nos dá um feedback (com imagens) do surf dela ?

Abraço
Tiago Cardoso
Uponboard.blogspot.com

Anônimo disse...

Não se prive deste prazer.
Acredite-me, na primeira remada desaparecerão quaisquer resquícios de culpa pela parafina no deck da sua holow-wood. É como você mesmo disso, ela vai cumprir a própria sina, e o fará como nenhuma outra. Quando peguei a minha, um long 9'6" classicão, com quilha "D-fin" e tudo, meu sentimento foi o oposto do seu. Corri para cobri-la com dois tabletes de SexWax e não sosseguei enquanto não a coloquei na água sagrada. Isso aconteceu em Bal Camboriú, pertinho de seu berço e as ondas, que não estavam lá grandes coisas, são lembradas como algumas das melhores de meus trinta e tantos anos de surf. Só pela emoção de remar uma prancha que é concebida como arte e funciona como um instrumento de alta tecnologia. Perfeita. Felipe não é um artesão, é um mágico e certamente terá uma multidão de adimiradores pelo mundo todo.
Aproveite sua hollow, vc é um privilegiado por tê-la! Boas ondas!

Nino Moreira
qdo tiver um tempinho venha conhecer o Museu do Surf em Cabo Frio, com um acervo impressionante de pranchas de todas as épocas.

Nino Moreira

fabio perroni disse...

É isso... Ainda encomendo uma, nem que seja pra expor numa parede! :)
Muito classe!
ALOHA!

Bruno disse...

O Siebert é um artesão do surf e um fazedor de alegrias pois permite que qualquer um se divirta com suas produções mais do que únicas. Imagina, tu surfar com uma obra de arte única... são poucos os felizardos!
Se essa moda de reciclar prancha pega, hein?
Parabéns a todos!

Maurio Borges disse...

Agora é botar na água e se divertir!

Anônimo disse...

gostei muito sobre oque foi dito sobre o moderno surf lifestyle.
Abraço aos amigos Luciano e Felipe.
Ass: Tiago Tenfen

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails