Reciclando uma Prancha

20 de agosto de 2010



Mostrar de maneira divertida o processo de reciclagem de uma prancha de surf e oferecer aos espectadores as ferramentas minimamente necessárias para poderem replicar a tarefa. Este é o resumo da proposta do filme "Roots Time", uma produção do Surf & Cult e Siebert Surfboards lançada pelo site da revista Hardcore - e que também rendeu uma matéria impressa na edição de agosto da revista.



A estética deste filme é diretamente inspirada nas produções independentes do canal Korduroy da Califórnia e parte da filosofia do "faça você mesmo" (pois o resultado será ainda mais prazeroso). Posso estar enganado, mas este tipo de "filme tutorial" ligado ao surf ainda permanecia inédito em produções nacionais e esperamos que seja o primeiro de muitos.




O aspecto de sustentabilidade na reciclagem desta prancha é mais simbólico do que efetivo diante do imenso desperdício de matéria-prima descartada na indústria do surf. Da mesma forma, a escolha meio improvisada das cores e da arte da prancha se presta a evidenciar que, mais do que a perfeição no resultado alcançado, o importante é curtir o processo. Assim, se conseguirmos inspirar algumas pessoas a botarem a mão na massa e extrairem disso uma forma saudável de diversão e extensão de sua relação com o surf e a natureza, a nossa missão está cumprida.




Para a trilha sonora contamos com valiosas colaborações, que vão desde músicos não-profissionais, como os brothers Guilherme Vieira do GVS Tracks e Fábio Siebert (editor do filme), até a lenda do skate e grande músico norte-americano Tommy Guerrero, que cedeu gentilmente uma música de sua banda Jet Black Crayon. O som de Floripa está muito bem representado pela galera do A.R.T Project, além do dub invocado do grande produtor de Nova York, Victor Rice, que se encaixou como uma luva na proposta.




As cenas de surf representam um bônus de luxo para o filme, graças a camaradagem dos surfistas Junior Faria e Jeronimo Vargas, que toparam a missão de testar a nossa monoquilha exótica durante os treinos para o campeonato WQS no Farol de Santa Marta (e não é que o Junior acabou campeão da etapa!) O visual das pedras da praia da Cigana é devéras fotogênico, mas certamente nos ensinou o quanto é difícil filmar cenas de ação nas ondas com nossas câmeras fotográficas.




ROOTS TIME - Reciclando uma Prancha

Produção/Camera/Direção: Luciano Burin e Felipe Siebert

Edição e Finalização: Fábio Siebert e Felipe Siebert

Trilha Sonora:

“Roots Time" - GVS Tracks
www.soundcloud.com/gvs

"Toque" - Victor Rice
Radiola Records
Total Running Time/ASCAP
www.myspace.com/victorrice

"I and I (Dub)" - A.R.T. Project
www.artprojectfloripa.com

"Um" - Fábio Siebert
www.myspace.com/fabiosiebert

"Lost In The Fog" - Jet Black Crayon
Function 8 Records
www.myspace.com/jetblackcrayon

Apoio: Revista Hardcore

Agradecimentos:

Márcio Justos
Kong
Coco
Rodrigo Dias
Junior Faria
Jeronimo Vargas
Eduardo Stryer
Ciro Bicudo
Guilherme Vieira da Silva
Bruno Marques e A.R.T. Project
Victor Rice
Tommy Guerrero e Jet Black Crayon
Zé Marley
Everton Luis
Senhor Catador de Lixo

Filmado em Florianópolis & Farol de Santa Marta em Junho de 2010



Assista ao filme no site da Hardcore, clicando aqui.

Crédito foto Jeronimo surfando: Everton Luis

PS: a foto de abertura não é montagem!

6 comentários:

The Old Guys disse...

Pô, parabéns por esse projeto incrível e pelo resultado primoroso!!! Muito bom mesmo! Parabéns tbm por levantarem a questão da sustentabilidade na indústria do surf. Sem dúvida alguma essa é uma grande contribuição! Bem, por aqui seguimos surfando a cidade no asfalto quente, exercendo nossa mobilidade sustentável num long de 60"!!!
Um grande abraço!

guma disse...

Meu isso sim é materia,curti muito,a arte de fazer prancha é muito valioza e roots, e isso ai...PARABENS

assimqeurevelar disse...

ficou demais essa matéria! Além da edição e da trilha sonora que ficaram impecáveis, vocês conseguiram passar muito bem a essência. fiquei babando por essa monoquilha... quero ela pra mim.

zanella disse...

parabeeens mais uma vez meu brother! mais que uma materia, uma abordagem ecologica do surf e um documentario simples mas com uma mensagem animal e c/ uma sensibilidade sinistra tb.. tanto tua, do siebert, dos surfistas, de tds que participaram.. sucesso nessa nossa vida sofrida ehehe

Bruno disse...

A primeira prancha reciclada e documentada!
O material de vocês viajará o globo e colocará essa idéia no mapa, tenho absoluta certeza.

Parabéns pela idéia, execução e vibração positiva.

Pedro Cezar disse...

Luciano

Finalmente assisti. Achei super bonito e necessário!! Parabéns. A trilha tb é incrível. Não lembro de ter visto nada nessa onda aqui no Lulódromo.

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails