Cuidado, Perigo!

5 de abril de 2011



Todo mundo sabe que o skate surgiu a partir do surf na Califórnia e alcançou uma popularidade incrível e ganhou vida própria, graças ao poder de replicar no asfalto, um pouco da experiência vivida nas ondas do mar. Nos dias de flat e para aqueles que não tem a sorte de viver perto da praia, muitos surfistas encontram alento em dar umas voltas numa pranchinha sobre rodas.

Cercada de boas ondas e referência mundial no surf, Floripa também tem uma história rica no surf sobre rodas, formando algumas gerações de skatistas de street e bowl, muito antes da explosão da galera do RTMF - Rio Tavares Motherfuckers, que hoje tem na figura do garoto-prodígio Pedro Barros, um campeão mundial. E para resgatar um pouco dessa história surgiu o documentário Cuidado Perigo!



Apesar de apreciar esta modalidade e ter produzido algumas matérias dentro deste tema, aqui no Surf & Cult nunca tive a pretensão de querer englobar o skate no meu conteúdo principal, pelo fato do skate ter alcançado uma dimensão própria de mídia e popularidade, com diversos blogs especializados e também por pura falta de conhecimento sobre o esporte.

Dito isto, ao tomar contato com a produção deste filme, não pude evitar o desejo de compartilhar informações sobre este valioso projeto que se debruça no regsate da história do skate em Florianópolis, a partir da lendária pista do Clube 12 em Jurerê, que fez a alegria de muita gente e atraiu verdadeiras multidões nos campeonatos realizados a partir do final da década de 70 e hoje, infelizmente encontra-se completamente abandonada.



Na entrevista a seguir o ex-skatista profissional Rodrigo Jaca, que produz o filme junto com Gabriel Sandalo, Dimitri Sandalo e Junior Cachorro, conta mais detalhes sobre a produção de Cuidado Perigo!:

1 - Em que estágio está a produção do filme e qual a previsão de lançamento?


Estamos pesquisando sobre o tema, tentando fazer contatos para buscar mais material e mais fontes, estamos dando “tempo ao tempo”, pois quanto mais divulgarmos o filme, maiores são as chances de aparecer alguém com material sobre o tema. Estamos com 70% das entrevistas já captadas, faltando ainda algumas pessoas chaves na história.

Poderíamos dizer que, a princípio, o filme tem previsão de ser lançado ainda em 2011, mas não temos pressa, o importante é que a história seja contada e que o trabalho fique de qualidade. Estamos também com a idéia de lançar o filme durante algum evento de skate, por isso vamos aguardar e procurar alguns parceiros desta idéia. As imagens estão sendo captadas em HDV, e estamos juntando material antigo em foto, vhs e se possível super8. A duração estimada do filme será algo em torno de 1 hora.



2 - Quais foram as descobertas mais surpreendentes relacionada à pista do 12 que tiveram até agora durante a produção?

Para nós, como skatistas dos anos 90, que começamos a freqüentar a pista a partir de 1989, o mais interessante foi descobrir que muito antes de começarmos a andar de skate lá, a pista já tinha muita história, porém estas informações estavam totalmente dispersas. E outra coisa que sempre me pergunto: Como que naquela época (1978) Floripa já tinha uma pista daquela dimensão, apesar da cidade não ser um pólo de skate naquele tempo.



3 - Na sua opinião, qual a importância deste tipo de resgate histórico promovido pelo seu filme?

Acho importante dar crédito a todos que fizeram a história do skate na Cidade e um pouco até do Estado, e porque não dizer do Brasil. Creio que seja importante mostrar às novas gerações o que aconteceu no passado, em termos de skate na cidade. Acredito que um filme sobre a pista do Clube 12 é muito pertinente, pelo tempo que ela existe (desde 1978) e por todas as pessoas que passaram por lá. Acho que ela só não é mais utilizada porque a partir do final dos anos 90 surgiram outras pistas e o pessoal passou a não mais ir lá, e claro, porque o skate foi evoluindo e demandando outros tipos de pista. Na verdade queremos contar um pouco da história do skate em Santa Catarina sob a ótica da pista do Clube 12.


equipe de produção visita o que restou da pista do Clube 12

4 - Como você compara o cenário do skate em Floripa do final dos anos 70 com os dias de hoje?


Acho que a grande mudança no cenário do skate é algo que afeta a sociedade em geral, ou seja, a globalização, o acesso à informação e a tecnologia. Sempre existiram bons skatistas na cidade em todas as épocas, guardadas suas proporções é claro. Com essa acessibilidade, hoje em dia é muito mais fácil evoluir, é muito mais fácil comprar peças boas para o skate, fazer vídeos, etc, por outro lado a concorrência é bem maior. Na minha visão Floripa sempre teve uma cena interessante, no que diz respeito ao skate, porém viver do skate aqui daí já é outra história.



5 - Fale um pouco sobre a tua trajetória pessoal dentro do skate.


A equipe que está trabalhando no filme tem um grande envolvimento com o skate. Rodrigo Jaca, Gabriel Sândalo e Dimitri Sândalo, todos andam de skate desde 1988, foram atletas profissionais durante o início dos anos 2000, participando de campeonatos de nível nacional, com patrocínio de empresas especializadas, desenvolvendo atividades paralelas ao skate, como produção de vídeos, programa de tv, etc. Atualmente nenhum de nós vive do skate, mas estamos sempre em contato com o pessoal do meio e praticando o esporte quando é possível.

O outro integrante da equipe é o Mario Cachorro, que é um grande entusiasta do skate e que está sempre envolvido com produções da área. Atualmente trabalha com produção e edição de vídeo e está envolvido diretamente com a Federação Catarinense de Skate. O filme será feito em parceria com o Oitavo Estúdio. Empresa dos amigos Gabriel Sândalo e Dimitri Sândalo, que trabalha com os segmentos de publicidade, jornalismo e também desenvolvendo projetos autorais abordando sempre a comunicação audiovisual. Utilizando o vídeo, o áudio, o design e a web para a composição estética dos trabalhos, a empresa tem como alguns clientes: Flourish Estudio, Revista Vista Skateboard, Cubo CC, First View TV, Toddy, Adidas, NY Times, Vogue, Carlos Miele, Pedro Lourenço e Mtv Asia.



Confira aqui o site oficial do filme Cuidado Perigo! Bastidores da produção e imagens: Divulgação. Confira aqui também, um video do Surf & Cult com imagens em super-8 de um campeonato na pista do Clube 12 no idos dos anos 80.

7 comentários:

Marcelo disse...

Moro aqui no norte da ilha, e o que vejo é que aqui não temos lugares como no continente que opções para a pratica, e o que podemos fazer para que possamos recuperar a pista de skat do 12 e como tornala aberta ao publino nos finais de semana por exemplo.

Alexandre disse...

Parabéns! Um ótimo texto, grandes fotos e uma ótima iniciativa dos produtores do filme.

É uma pena o estado atual dessa skatepark, que foi destruída propositalmente. O impraticável drop completo dessa pista nos dias de hoje está em:
http://www.skateparksdobrasil.com/2009/12/snake-do-clube-12-florianopolis.html

Acho que a forma mais fácil para sua recuperação seria se os sócios do clube aprovassem a reforma. Quem sabe? Ou a compra dela por alguém disposto a dividir o local com outros skatistas. Seria um grande investimento! O ideal é que o estado ou o município fizessem isso. Difícil...

Mas, mesmo nos sobrarem apenas fotos e lembranças do local, é certo que o norte da ilha merece um outra pista de skate. E nunca é demais lembrar, construída por empresa especializada.

Grande abraço.

Bruno Müller "Sanchez" disse...

é uma Pena que os Sócios do Clube Mandaram Esburacar a pista por causa de Idiotas que pularam o muro sem permissão e acabaram se machucando feio, agora ela está lá toda Destruída e tomada pelo Mato, muito triste!

Anônimo disse...

eu moro em Jurerê sou skatista e com isto sempre estive na pista do 12 atualmente tenho 15 anos estou andando na pista dês dos meus 8 anos de idade e a partir dos meus 11 anos eu pudi ver com os meus olhos o pessoal do clube 12 quebrando a pista de skate , a pista hoje não tem condição de usar e nos skatistas do norte da ilha vamos atras da reforma da pista do 12,pois alem de ser um ótimo lugar para se andar de skate e um ótimo lugar para descobrir as historias,IGOR

Bruno Müller "Sanchez" disse...

mas esses dias tinha gente andando lá, tem até video no youtube, mesmo com as dezenas de buracos o pessoal consegue andar

Anônimo disse...

acabaram de derrubar uma arvore no meio da pista

Arkantos disse...

COMO TA A SITUAÇÃO DA PISTA AGORA ???

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails